AS MARCAS DE UMA IGREJA REFORMADA

INTRODUÇÃO

Passadas as maiores batalhas da Reforma Protestante, no século XVI, os teólogos reformados divergiam quanto ao numero de marcas da de uma igreja que poderia ser chamada de reformada.

Talvez, hoje, 500 anos depois, ainda devemos buscar estas mesmas marcas, estes sinais que distinguem uma igreja que se diz protestante e se diz fruto de uma reforma espiritual e religiosa. Neste pluralismo teológico, litúrgico, eclesiástico, ainda devemos buscar estas marcas, caso contrário vamos nos diluindo tanto que ficaremos irreconhecíveis. Estamos correndo o risco de termos uma identidade parecida com frankenstein, um corpo que tem um pedaço de cada ser, mas que não tem uma identidade definida.

Voltando ao século XVI, alguns entendiam que era necessária apenas uma marca para qualificar uma igreja como reformada, a pregação da sã doutrina. Se esta estiver presente todo o propósito de Deus se cumprirá na igreja.

Leia mais...

 

Aconteceu no SETECEB:

Tivemos nos dias 10 a 14 de março o primeiro módulo dos programas de Mestrado em Ministério e Teologia Bíblica. Maiores informações sobre os nossos cursos no menu CURSOS OFERECIDOS.